+ Revista TUdo

Marche! por Fernando Vianna

Escrito em 08/01/2021
Revista Tudo


Deixamos e deixemos 2020 para trás! Você está e é aqui e agora. A mente, sedutora e diabólica como uma magnética máquina do tempo, insistirá sempre em nos jogar no colo ou nas garras daquilo que já foi. É preciso estar, a todo instante, predisposto à despedida e a um novo início. Com coragem e sem pesar, entregar-se ao que está por vir.

Em todo começo reside uma magia que nos protege e nos ajuda a viver. Uma luz que nos faz capaz de construir um novo mundo sobre os antigos e feridos alicerces. O que nos transcende não nos quer prender e limitar. Ao contrário, quer nos erguer nesta escada lançada do céu à terra. Degrau a degrau, quer nos ampliar, nos fazer lembrar de nossa verdadeira origem. Lançados por uma nostalgia de Ser, ousamos fazer frente ao futuro. Segundo um antigo ensinamento, infelicidade é não mais se mover. Mover-se em direção ao desconhecido é voltar para casa.

  • Orfeu, carcomido pela dúvida e desamparado pela escuridão, já próximo do sol, no fim de sua jornada, é seguido por sua esposa. Não resiste à falha trágica e olha para trás. Tudo o que ele não podia fazer. Esta era a condição imposta por Hades para libertar Eurídice, sua amada. No mesmo instante, Orfeu a perde para sempre.

Deixemos de ser eternos “Orfeus”, destituídos da fé, olhando sempre para trás. Conseguiremos resgatar Eurídice, ou nosso Amor está condenado a virar pó diante de nossos olhos impotentes e perplexos?

Talvez, também a morte, nos envie a novos começos. O apelo da vida, em nós, jamais há de se extinguir. O coração se despede, se refaz e, aos pulos, com a claridade que aponta um novo dia, anuncia: marche!

Fernando Vianna é instrutor de Meditação e Revitalização Integral. É consultor de I Ching e palestrante.

ferseth@gmail.com