+ Revista TUdo

Moradia diferentona: Contêineres inspiram novo jeito de morar

Escrito em 14/01/2021
Revista Tudo


Brunete em seu contêiner ambientado para casa cor 2020. “Para quem acredita que não é possível aliar luxo e conforto nesses módulos, eu afirmo: sim, é possível!"

Embora para alguns possa ser estranho, a modalidade tem crescido e ganhado ares de inovação, sustentabilidade e baixo custo. Funcionais, as estruturas metálicas somam vários benefícios, possuem estrutura em aço muito resistente e podem ser transportadas para qualquer lugar com facilidade.

As casas de contêiner podem ser compradas pré-fabricadas, o que significa que você pode simplesmente adquiri-la pronta para viver. Por conta da popularização desse tipo de produto, hoje é possível solicitar à fábrica a construção de módulos adaptados às necessidades de cada cliente. As casas são entregues prontas, com isolamento térmico e acústico e é possível transformá-las em quase tudo: casas, escritórios, espaços temáticos, piscina e outros.

 



Espaço ambientado por Brunete Fraccaroli. As casas de contêiner podem ser compradas pré-fabricadas, o que significa que você pode simplesmente obter sua casa entregue pronta para viver

Essa versatilidade foi posta à prova nos projetos da CASACOR que, este ano, apostou nas unidades habitacionais espalhadas pela cidade e trazem no seu interior ambientações feitas por profissionais que mostram suas inspirações no morar pós-pandemia.

E, para quem acredita que não é possível aliar luxo e conforto nesses módulos, a arquiteta Brunete Fraccaroli afirma que sim, é possível! No JANELA CASACOR deste ano, ela criou um ambiente de estar e uma cozinha completa cheia de requinte e conforto. Seu espaço foi montado no bairro do Morumbi, em São Paulo.

As cores sempre marcaram presença nos ambientes criados por Brunete. Ela chega ao projeto Janelas CASACOR com um espaço totalmente branco. Das paredes pinceladas com tinta alto brilho aos estofados impermeabilizados, tudo em seu pequeno living integrado a uma cozinha, tem na assepsia o foco principal. A pandemia que surpreendeu o mundo neste ano deu o alerta para o que vai nortear os novos tempos. “Precisamos voltar à simplicidade”, lembra. A escolha do branco é também uma aposta em ambientes fáceis de limpar e manter. Mas há cores, sim. E elas vêm das plantas que, segundo a arquiteta, nunca foram tão indispensáveis na nossa vida.


Em função da séria crise de saúde pública, provocada pela pandemia da COVID-19, a CASACOR postergou seus eventos físicos para 2021 e transformou as inquietações deste momento no projeto Janelas CASACOR, que pretende apontar as tendências do novo morar. Para isso, convidou o seu elenco de arquitetos, designers de interiores e paisagistas a refletirem sobre qual será o formato da casa pós-pandemia.

 



Uma galeria de arte no contêiner para expor a arte de artistas locais

CASACOR

Um viés muito importante do projeto deste ano é a integração com cada bairro. O desafio foi trazer uma exposição que valorizasse as particularidades das comunidades locais. Em quatro delas, há projetos especiais, que ficam de herança para São Paulo e que serão entregues para projetos sociais após o término da exposição.

Vale ressaltar o projeto do Jardim Colombo, numa área que sofre com o despejo e acúmulo de lixo, a arte vai ganhar vez. No local onde será instalado o módulo habitacional, Ester Carro, arquiteta filha da comunidade, se une à Verônica Vacaro e ao Plantar Ideias para criar uma galeria, onde artistas do entorno vão expor seus trabalhos. O trio também promete trazer uma horta comunitária, um mural e atuar com reciclagem de lixo com a ajuda dos moradores.

Fotógrafo: Tiago Capelini

Para conhecer mais acesse: www.janelascasacor.com