+ Revista TUdo

O que sabemos nós da vida?

Escrito em 01/10/2020
Revista Tudo


Vou contar uma pequena história que nos ensina muito sobre a arte de passar pelas vicissitudes que a vida nos impõe.

Um modesto camponês tinha um cavalo muito forte e bonito, invejado por todos, que representava toda a sua fonte de subsistência. Uma manhã, ele acordou e descobriu que seu cavalo havia sumido. Todos na aldeia correram para lamentar a má sorte do pobre homem. “Como você é amaldiçoado! Seu cavalo foi roubado e agora não lhe resta mais nada”. Ele apenas sorriu e disse “A única coisa que sei é que o cavalo não está mais no estábulo. Deixemos o tempo passar e veremos o que acontece”.

Dias depois o animal reapareceu acompanhado de uma dezena de excelentes cavalos que viviam numa floreta distante. “Ele tinha razão, seu cavalo não apenas voltou como trouxe mais dez junto dele. Agora ele pode vender esses belos animais e ganhar muito dinheiro”. Mais uma vez, o camponês sorriu. “Só sei que meu cavalo retornou com outros dez cavalos. O dia de amanhã a Deus pertence”.

Dias se passaram e seu único filho resolveu montar um dos novos cavalos. Caiu e quebrou vários ossos do corpo. Os aldeões se juntaram e disseram “Você estava certo. Não se pode prever o futuro. Os cavalos foram uma desgraça. Seu filho agora corre o risco de ficar aleijado”. “Só sei que meu filho está todo quebrado, amanhã será amanhã”, sentenciou o camponês.

Cerca de três meses após o acidente todos os jovens da aldeia foram levados pelo governo. O país entrara numa terrível guerra. Todos, menos o filho do sábio homem. O rapaz não tinha condições de combater, sequer de andar. Mais uma vez o lamento de toda a aldeia se fez ouvir. “O inimigo é mais poderoso. Nossos filhos serão massacrados, nunca mais voltarão. O seu não foi convocado e tem grandes chances de um dia ficar curado”. “Meu filho ficou. E isso é tudo”...

Aceitar os fatos da vida com coragem, confiança e serenidade é começar a decifrá-la. A vida não está contra você, contra ninguém. Ela apenas tenta nos despertar, e sua maneira de fazer isso é muitas vezes incompreensível para nós.

“Temos, todos que vivemos,

Uma vida que é vivida

E outra vida que é pensada,

E a única vida que temos

É essa que é dividida

Entre a verdadeira e a errada.”

Fernando Pessoa

Fernando Vianna é instrutor de Meditação e Revitalização Integral. É consultor de I Ching e palestrante.

ferseth@gmail.com