+ Revista TUdo

Dia dos namorados: conheça a história do queridinho dos casais

Escrito em 11/06/2019
Revista Tudo


Pão italiano bem crocante, muito queijo, talvez um bom vinho, chocolate para acompanhar as frutas de sobremesa e, pronto, mesa tradicionalmente posta para o dia mais romântico do ano: o Dia dos Namorados.  

 

O fondue (lê-se fôndi) é reconhecido por seus sabores e por dar aquele toque de sofisticação aos momentos e ambientes na medida certa, registrando ótimas recordações nos corações apaixonados. O prato é suíço, mas a palavra é francesa e significa “derretido, queijo fundido, no qual se mergulha o pão.  

 

Sua primeira versão foi, de fato, a salgada: durante a Idade Média, cerca de sete séculos atrás, os suíços eram reconhecidos em todo comércio marítimo por sua intensa  e saborosa produção de queijos, desde os mais simples aos mais elaborados. 



Nevascas eram comuns à época e local e, o que hoje é quase artigo de luxo, surgiu na verdade da necessidade extrema: uma delas deixou os suíços completamente isolados e por isso, utilizando o recurso que tinham a seu favor, derretiam o excesso de queijo e acrescentavam uma espécie de vinho para garantir a conserva; assim, depois de reendurecida pelo frio, a massa não mais correria o risco de estragar.  

 

O prato ressurgiu tempos depois, durante a Segunda Guerra Mundial. Para não morrer de fome, camponeses aproveitavam os restos de queijo e acabaram inventando uma comida quente, simples, saborosa, nutritiva e ainda, mal sabiam eles, romântica para aguentar o frio. A mistura ficava no fogo até derreter para que pedaços de pão, carne e restos de outros alimentos pudessem ser mergulhados enquanto borbulhava. 

Fondue, com a fama que possui hoje, só surgiu no fim da década de 1950, quando o chef Conrad Egli, do restaurante nova iorquino Chalet Suísse, acrescentou o prato ao menu. Para complementar, criou o fondue de chocolate, servido de sobremesa. 



Criatividade e sabor 

foundue se popularizou e invadiu os restaurantes e as casas dos brasileiros. Quem aí não tem uma panela de foundue em casa? Mesmo que só tenha usado uma vez na vida. 

E os restaurantes especializados então? Aqui em São Paulo, o Era uma Vez um Chalezinho e o Hannover têm filas e lista de espera. Monte Verde e Campos do Jordão também têm points específicos para saborear esta delícia invernal. 

E não é à toa que é um prato super romântico, além de ser saboreado em temperaturas mais baixas, ainda tem todo um ritual de preparo, o que torna o momento ainda mais especial. 

 

E como ele se popularizou, hoje em dia, temos muito mais do que foundue de queijo ou chocolate. Veja algumas opções: 

 

Queijo 

O mais tradicional. É feito normalmente com uma mistura dos queijos tipo Gruyère e Emmental, fundidos com vinho e especiarias. Acompanham pedaços de pão, batata ou cenoura. 

 

Carne (Bourguignonne) 
São servidos pedaços de carne de boi, frango ou lombo crus, para serem fritos na hora, no óleo, que vem na panela especial para fondue. Podem acompanhar diversos tipos de molhos, como ervas, hortelã, tártaro, rosê e mostarda. Existe ainda a variação de foundue na pedra, onde a carne é grelhada e não frita no óleo. 

 

Camarão 

Com o camarão frito antes de ir para a imersão, a versão “frutos-do-mar” é feita com um molho específico e temperado para acompanhar o camarão, bem como outras opções extras de temperos e sal para que o apreciador possa comer da maneira que quiser. 

 

Chocolate 

O fondue de chocolate é feito combinando chocolate amargo derretido, creme de leite, e com o acompanhamento de frutas variadas, como morangos, bananas, kiwis, maçãs, entre outras. Até mesmo marshmallows podem ser incluídos aqui. 



Doce de Leite 

Se alguém for alérgico a chocolate, ou apenas procuram por uma alternativa doce, a versão de doce de leite, com as mesmas frutas, pode ser tão interessante quanto. Mas para que funcione bem, você precisa de um pouquinho mais de cuidado na receita. Além de adicionar um bom creme de leite, é preciso um pouquinho de sal e conhaque, para cortar o açúcar e não ficar enjoativo. 

 

 

E para finalizar, nossa receita é de um foundue vegano, para quem adota esse estilo de vida e não quer abrir mão de provar esse prato delicioso agora que o inverno (e o Dia dos Namorados) se aproximam. 

 

 

 

Fondue de Queijo Vegano 

 
Por Teka Laury, do portal Vita Nutrire 

  

Ingredientes 

3 batatas médias; 

2 xícaras de leite de amêndoas;  

1/2 colher de chá de lemon pepper (ou levedura nutricional); 

1 colher de sopa de azeite; 

2 colheres de sopa de polvilho doce; 

1 colher de chá de sal. 

  

Modo de Preparo 

  1. Coloque as batatas descascadas e picadas em cubinhos para cozinhar; 

  1. Quando elas estiverem macias, escorra-as e, antes que esfriem, coloque no liquidificador com o leite de amêndoas quente,  sal,  lemon pepper,  polvilho doce e o azeite, e bata por 1 minuto ou até ficar cremoso; 

  1. Por fim, coloque tudo na panela e cozinhe em fogo baixo até engrossar, acerte o sal e coloque outros temperos que você queira, como levedura nutricional e alho em pó.  

 

Acompanhe com legumes cozidos e pão.  

 

Dica: O leite de amêndoas pode ser substituído por leite de castanha de caju e de macadâmias tranquilamente, pois são leites de sabor suave.