+ Revista TUdo

Tapetes pelas paredes

Escrito em 31/05/2021
Revista Tudo


Na parede o Artistic Rug, produzido com fragmentos de tapetes antigos por jovens artistas iranianos (Streetwear). Cada peça é única e representa a personalidade do artista. Projeto do escritório Ju Matos Arquitetura

Há algum tempo a tapeçaria está ocupando não só os pisos, mas também as superfícies verticais, como paredes e cabeceiras. Esta solução ganha espaço nos mais variados estilos de projeto. É uma alternativa para quem não quer gastar fábulas com uma boa obra de arte, mas gostaria de quebrar a monotonia na decoração.

Na Idade Média, a tapeçaria narrava cenas históricas ou bíblicas. Na nossa casa pode contar um pouco de nós. O tapete trazido de uma viagem ou a peça recebida de presente de um amigo inserido em diferentes espaços possui importantes  significados e somente enriquecem os projetos de interiores.

Feitos à mão, maquinados, orientais, minimalistas, são muitas as possibilidades e combinações.

Não vejo regras na utilização deste recurso, gosto de entender a proporção dos espaços e a proposta do ambiente, feito isso, atento à forma de fixação e pronto!

Muitas vezes as tapeçarias são pesadas, portanto,  é bom atentar a forma de fixação. Paredes de gesso devem ser reforçadas. Uma ideia de uso é colocar alças na tapeçaria e passar por um varão de cortina, desta forma o tapete pode ser usado como cabeceira, por exemplo.

Enquadrar também é uma possibilidade. Peças pequenas também são permitidas, inclusive uma boa ideia é mesclar as pequenas tapeçarias, enquadradas ou não, a outros quadros e montar uma composição na parede.

Pode ser um ponto colorido de destaque em uma parede branca ou um item para deixar a casa mais aquecida, aliás, tá aqui uma dica para deixar aquele seu chalé na montanha delicioso.

Uma dúvida que costumo ouvir dos clientes é: se eu colocar o tapete na parede, preciso abrir mão dele no piso? Minha resposta é sempre um sonoro: não! Na parede ele exerce uma função de adorno e passa a ser visto como uma obra de arte, já no piso, além da função estética, tem sua funcionalidade de conforto térmico, por exemplo.

Existem casos, que além da parede, podemos fazer também uma composição de sobreposição de tapetes no piso. Casas que precisam ser aquecidas e possuem espaços generosos, ficam incríveis com estas soluções!

 

 



No piso, o tapete Kilim Mixt e o Sumak Juta (em ponto sumak onde o tramado remete a espinha de peixe), ambos de origem indiana, feitos à mão com juta e algodão e fornecidos pela Botteh.

Sobre o escritório Ju Matos Arquitetura:

Formada em Arquitetura e Urbanismo pela FAAP (2004), Juliana Matos iniciou sua carreira no segmento hospitalar e fez parte do time de arquitetos de um dos mais aclamados escritórios do setor, o Zanettini Arquitetura.

Seus projetos são contemporâneos, pautados pela simplicidade, valorização da luminosidade e conforto.

Informações: Ju Matos Arquitetura e Interiores - www.jumatos.com.br - @jumatos.arquitetura

MAFER Comunicação - www.mafer-comunicacao.com.br