Notícias TUdo

Quartos Infantis- Tendências para se inspirar!

Escrito em 09/10/2020
Revista Tudo


Vamos brincar?

Quando falamos em quartos infantis, pensamos em um espaço alegre, funcional e lúdico, onde as crianças se sintam muito acolhidas e confortáveis.  Ainda mais agora, neste período em que elas permanecem mais tempo em casa. Lúdico, porque se torna, também, um espaço de brincar.

O bem-estar está em primeiro lugar !!

O desenvolvimento cognitivo no processo de aprendizagem é estreitamente ligado à imagem e à interface com o ambiente. No espaço de vivência das crianças, a sua percepção do mundo vem dos estímulos visuais e sensoriais:  ver, perceber, sentir, interagir...e os quartos devem levar em conta todos estes aspectos.

Quando surgem as ideias para o quarto, ninguém melhor do que a própria criança para colaborar com o projeto, com sua cor preferida, seu móvel tão sonhado com escorregador...Este processo pode ser bem divertido e prazeroso.

Na hora do projeto, além da concepção visual, não podemos esquecer da funcionalidade e da organização do ambiente. Atentos aos itens de segurança, evitando cantos vivos, pensando na acessibilidade e na facilidade da própria criança organizar e separar seus brinquedos e livros. O uso de caixas plásticas, fáceis na higienização faz parte destes cuidados. Este é um aprendizado importante para os pequenos.

A convivência com irmãos em um mesmo quarto também treina a tolerância, o lidar com as diferenças e o compartilhar experiências!!

Quanto às cores a utilizar, estas podem acalmar, irritar, inspirar ou estimular.                                                                                                                

Com as cores certas e sem excesso das vibrantes, podemos criar ambientes mais confortáveis e assertivos para as crianças. Vale um estudo cuidadoso. Desta forma, o pequeno mundo vai sendo criado, com os espaços que a criança necessita para dormir, estudar e brincar.

Tendências atuais:

1. O mobiliário modular atemporal, com design neutro, pode ser vantajoso na hora de flexibilizar, criando diferentes layouts, adaptando-se às diferentes fases de crescimento da criança, ainda mais se tratando de 2 ou 3 crianças no mesmo quarto.                                                                                         

 



2.  Na linha montessoriana, cria-se um ambiente nas proporções da criança, que, com liberdade e autonomia consegue explorar cada cantinho criado, com cores e formas nos objetos, que estimulam a imaginação. São usadas camas que simulam casinhas, cabanas, tendas, rentes ao chão, cabideiros para a escolha de roupas e estantes baixas de livros e brinquedos.

  



3.  No estilo minimalista, os móveis são em tons claros e linhas retas, na linguagem escandinava, complementados com acessórios divertidos como tapetes, brinquedos e almofadas com estampas geométricas.

 

 



4. Os móveis de linha evolutiva, podem ser transformados, de berço em mini-cama, e em cama de solteiro. Escrivaninhas com regulagem de pés vão acompanhando o crescimento da criança. Esta é uma ótima solução para quem quer fazer um investimento para durar vários anos.

   



5. Para os cantos de brincar, muitos são os móveis e acessórios que estimulam a criatividade e a imaginação. São lousas imantadas onde as crianças podem desenhar e brincar com peças de montar, rolos de papel em mesas para desenhar, minicozinhas e vendinhas que ativam o faz-de-conta e as fazem vivenciar situações cotidianas . Ou aquela poltroninha no cantinho da música. Para subir na cama beliche, que tal uma escalada? Balanços de tecido também são complementos para ambientes com mais espaço.








6. O uso de quadros, objetos, acessórios, móbiles, luminárias coloridas e cordões de luz dão personalidade ao ambiente dos pequenos. Podendo ser renovados  de acordo com cada etapa de vida da criança. Uma ideia que as crianças adoram é enquadrar os desenhos, com os temas que elas próprias elaboram!!!