Notícias ON LINE

Outubro Verde contra a Sífilis congênita!

Escrito em 15/10/2019
Prefeitura de Cotia


O mês de outubro é mundialmente conhecido como o mês de combate e prevenção do câncer de mama, por meio do Movimento Outubro Rosa, mas o mês também é verde. A Campanha Outubro Verde tem o objetivo de alertar a população sobre a Sífilis congênita, orientar sobre prevenção, formas de transmissão e tratamento. De acordo com a Secretaria de Saúde de Cotia, somente neste ano, nove casos foram notificados no município. A investigação da doença é feita durante o pré-natal oferecido gratuitamente pela rede municipal de saúde.

“A gestante infectada não tratada ou tratada inadequadamente transmite para o feto via transplacentária, com isso, o diagnóstico do bebê só é possível após o nascimento. Todo o tratamento, tanto para a gestante, quanto para o bebê, é oferecido gratuitamente pelo SUS”, disse o Secretário de Saúde, Magno Sauter.

O secretário destacou que a melhor forma de prevenir a Sífilis Congênita é iniciar o pré-natal o mais precocemente possível para que, em caso de diagnóstico da doença, haja tempo oportuno de tratamento impedindo a transmissão para ao feto. O tratamento é feito pela gestante e por seu parceiro.

A transmissão da doença para o feto pode ter efeito graves como óbito ainda intrauterino, anemia, aumento de baço e fígado, icterícia, lesos de pele, além de efeitos neurológicos como lesões auditiva e/ou nos ossos, irreversíveis.

 

 

O que é Sífilis Congênita?

Sífilis congênita é uma infecção de múltiplos sistemas, causada pelo Treponema pallidum e transmitida ao feto pela placenta. Os sinais precoces são lesão de pele característica, linfadenopatia, hepatoesplenomegalia, incapacidade de ganhar peso, secreção nasal sanguinolenta, fissura perioral, meningite, coroidite, hidrocefalia, convulsões, retardo mental, osteocondrite e pseudoparalisia (atrofia de Parrot do recém-nascido). Os sinais tardios são úlcera gomosa, lesões periostais, paresias, tabes, atrofia óptica, queratite intersticial, surdez sensorineural e deformidades dentárias. O diagnóstico é clínico e confirmado por microscopia ou sorologia. O tratamento é feito com penicilina. (Fonte: Manual MSD).

 

Foto: Reprodução Internet