Destaques TUdo

A vida agitada (e feliz!) de André Marques

Escrito em 31/05/2021
Revista Tudo


Imagem João Cotta


Imagem João Cotta

No Limite, bariátrica , namoro...

Por Ester Jacopetti e Mariana Marçal

Nascido em Niterói, cozinheiro de mão cheia e um dos pupilos do poderoso Boninho, André Marques, 41 anos, cresceu sobre o olhar do público brasileiro. Carismático, o ator ficou conhecido como Mocotó em ‘Malhação’ e, atualmente, alça voos mais altos na profissão.

Já apresentou diversos programas em uma das emissoras mais importantes do país – recentemente passou pelo É de Casa e pelo The Voice Kids - e hoje está no comando do reality show ‘No Limite’, “Todo mundo viu o quanto eu fiquei feliz quando o Boninho me contou. E agora eu estou aqui igual criança, empolgado”, contou esse cara gente boa, colecionador de óculos de grau, flamenguista doente e um DJ que já dominou muitas pick-ups por aí.


Onde tudo começou
Filho de Celizete Almeida e Otto Marques, em entrevistas ele relembra que antes de se tornar o Mocotó, estudava teatro no colégio, em Niterói. Um amigo da mãe (que era diretora de ala da Imperatiz Leopoldinense), Ilclemar Nunes, jurado do Carnaval carioca há mais de 30 anos e professor de teatro, conheceu o jovem no barracão da escola de samba e o chamou para participar da peça Os sinos da Candelária, sobre a chacina de meninos de rua no centro do Rio pela polícia.
Em um curso de teatro, ficou sabendo dos testes para Malhação.


Longe da namorada, Sofia Starling, desde que o programa teve início no começo do mês de maio, o apresentador está no Ceará, focado em seu trabalho, mas nas redes sociais não faltou motivo para elogiar a companheira, “Minha amiga, namorada, amante, parceira, mãezona dos nossos Dogs, brava (às vezes), que me fala de astrologia (eu não entendo p*** nenhuma, só sei que dá merda quando mercúrio está retrógrado (risos)), professora de yoga (me deu uma aula e eu corri, quase me matou (risos)), parceira de séries, minhas cobaia na cozinha, minha modelo que amo fotografar, minha musa das musas, minha DJ no carro nas trips, a mal humorada se não dormir 8 horas, minha tarada de plantão, sapeca de papapapito namoradeira entende (piada interna (risos), piada ótima no caso), estudiosa, atriz talentosa, aplicada, formada e forte. Você é isso tudo isssuuuuu! Que Deus te ilumine sempre e pra sempre”, declarou em tom romântico em seu IG, rendendo mais de mil comentários de fãs e amigos.

 



Imagem Arquivo Pessoal

Nesta entrevista, conheça um pouco mais sobre o apresentador que continua conquistando o seu espaço com muita dedicação e suor, no sentido literal da palavra.

Qual a sensação de estar à frente do pai de todos os realities tantos anos depois?

Todo mundo viu o quanto eu fiquei feliz quando o Boninho me contou. E agora eu estou aqui igual criança, empolgado. A vida tem dessas coisas, né? Dá umas voltas enormes e hoje estou aqui, muito feliz, apresentando o programa. E muito agradecido pela confiança que a Globo depositou no meu trabalho.

Como você reagiu quando recebeu o convite para apresentar o 'No Limite'?

Primeiro eu fiquei muito emocionado quando eu soube pela imprensa que o ‘No Limite’ ia voltar. Pensei: ‘putz, adoraria fazer esse programa’. Mas essa possibilidade nem se passava pela minha cabeça porque eu já estava fazendo ‘The Voice +’, depois ia começar o ‘The Voice Kids’, e ainda tem o ‘É de Casa’. Quando terminou o 'The Voice +', fui passar uns dias na Serra da Canastra, e lá recebi a notícia do Boninho e me "tremeliquei" todo. E o resto é história (risos). Realmente eu fiquei muito feliz.

Você assistiu as edições passadas do reality?

Sim, sempre fui um grande fã do programa. Quando começou o ‘No Limite’, lá nas primeiras edições, eu estava começando no 'Vídeo Show' e a gente chegou a fazer umas sátiras do reality.

Você acha que ganharia o No Limite se participasse?

Olha, eu me viro muito bem no meio do mato. Mas não sei se eu mandaria bem nas provas. Acho que eu seria aquele participante que se dá bem com todo mundo, iria cozinhar para a galera; talvez não votassem em mim para não perderem o cozinheiro do grupo (risos).

Você acompanha pessoalmente o jogo? Se preparou pra isso? 

Sim, eu acompanho todo o jogo. Minha função ali é como a de um árbitro de futebol: preciso estar sempre atento, conferindo se todos estão executando as provas dentro das regras determinadas. Sobre a preparação, acho que nem toda preparação do mundo me deixaria 100% pronto para o desafio que é o 'No Limite'. Mas, antes da viagem, eu dei uma intensificada nas minhas caminhadas e tentei me alimentar um pouco melhor.

Você já conhecia pessoalmente algum participante, já que todos são velhos conhecidos do público? 

Acredito que ao longo da minha carreira eu já tenha entrevistado cerca de metade deles, seja no ‘Vídeo Show’ ou no ‘É de Casa’. Outros eu nunca encontrei pessoalmente, mas conheço todos do 'BBB'.

Na sua opinião, qual é o maior diferencial do no Limite para os outros realities?

Vários! O 'No Limite' tem uma persona que é só dele. Os participantes começam sem nada e é só através do próprio esforço que eles vão conseguir, aos poucos, objetos que facilitem a vida no jogo. Além disso, acho que o 'No Limite' tem uma particularidade para quem está assistindo começa a se imaginar vivendo aquilo; tenta adivinhar como reagiria ou se aguentaria tal prova/situação.  Acredito que isso também seja um grande diferencial e um ponto de interesse.

O que você acha que é mais importante para vencer as provas: resistência física ou psicológica?

Acho que é um mix dos dois, um equilíbrio entre corpo e mente. Às vezes o participante tem estrutura física para aguentar a prova, mas o psicológico atrapalha e ele acaba não conseguindo.

Você comeria olho de cabra? 

Tudo pela arte (risos). Mas eu comeria numa boa, não tenho frescura com comida e adoro experimentar coisas novas. Essa eu tiraria de letra.

Teremos novidades ainda nesta edição do ‘No Limite’?

Posso adiantar que teremos muita aventura, superação e convivência. Estamos preparando provas ainda mais desafiadoras e esse jogo promete. Mais que isso não posso contar porque tenho cinco cachorras para sustentar (risos).

 

 



Imagem João Cotta


Imagem João Cotta

“É uma luta diária”, André Marques sobre a bariátrica realizada em 2013 Imagem Divulgação Rede Globo


Imagem João Cotta

Cirurgia Bariátrica (-75Kg)
Recentemente, André Marques falou com seus seguidores no Instagram ao abrir uma caixa de perguntas no Stories. Ao ser questionado sobre a cirurgia bariátrica que fez em 2013, o apresentador contou sobre como convive com os resultados da cirurgia. "É uma luta diária. Entra no automático, domina o que pode comer. Às vezes você acaba exagerando, na quarentena engordei um pouquinho. Mas emagrece um pouquinho. Acho que a luta é para sempre, não é cura. Tem que se cuidar sempre", disse André que eliminou mais de 70 quilos e afirmou em entrevista que antes da cirurgia estava no fundo do poço. No entanto, ele é taxativo quando diz que a Globo nunca pediu que ele emagrecesse.

 

 


Cozinha na veia e música no coração
Adora uma cozinha né, meu filho? André participou de um concurso culinário apresentado por Ana Maria Braga em seu programa matutino, Mais você, o "Super Chef Celebridades" — garantindo na final o voto do público e de quatro dos cinco dos jurados, incluindo o do famoso chef e sushiman Jun Sakamoto.
 a música, entretanto, é o grande hobby, paixão, terapia, de André Marques. O André Marques DJ nasceu, em partes, depois de uma viagem de última hora do apresentador a Ibiza, em 2007, por um motivo inusitado: acompanhar um amigo que queria pedir uma amiga em casamento.